O piloto responde

Respondemos a mais dúvidas dos nossos passageiros, na nossa rubrica “O piloto responde”.

Depois da fase de descolagem, o motor fica tão silencioso que quase parece que parou. É normal?
Em algumas aeronaves, a redução de ruído é mais significativa e depende do tipo de motor/reator, mas, de qualquer modo, significa que os pilotos reduziram a potência dos motores, uma vez que atingiram a altitude de cruzeiro. Tal como nós, em terra, quando metemos uma mudança abaixo para ultrapassar ou acima para deslizar suavemente na via desimpedida de tráfego. Como se pode compreender, não necessitam da mesma potência em todas as fases do voo.

Ademais, os fabricantes de motores para aeronaves têm vindo a fabricar motores cada vez mais silenciosos, para cumprirem com as cada vez mais exigentes leis sobre a produção de ruído, nomeadamente nas descolagens e aterragens.

Porque é que devemos manter as persianas abertas na fase de aterragem e descolagem?
Para que a tripulação possa ter uma visão total sobre as asas e os motores do avião e perceber se algo de anormal ocorre nas fases mais críticas do voo.

*Foto do Comandante da SATA Azores Airlines Vítor Lopes