Último voo comercial do Avro HS/BAe 748

«O BAe-748 da Série 2B permaneceu ao serviço da SATA até 21 de dezembro de 1990. O último voo comercial realizado, nos Açores, com este tipo de equipamento (CS-TAP) teve lugar, naquela data, no percurso Horta (17:57) / Terceira (18:35-19:10) / Ponta Delgada (19:52), e ficou simbolicamente documentado por uma fotografia de despedida, na Horta, para a qual posaram alguns elementos da tripulação e outras entidades, entre as quais sobressaem membros da administração e outros quadros técnicos da Companhia (Cte Gonçalo Leite da Silva, OP Flávio Guerreiro).

A despedida do CS-TAQ das rotas comerciais nos Açores havia sido consumada a 15 de dezembro, tendo o derradeiro voo de transporte regular neste equipamento (SP 461) sido realizado naquela data entre a Terceira (20:00) e Ponta Delgada (20:38). Este avião seguiu, posteriormente, da Horta (19:00) para as Lajes (19:37), de onde efetuou o supradito voo (SP461).

A manutenção de phase-out destes aviões, tendo em vista a sua devolução ao fabricante, foi efetuada em Ponta Delgada. Temos notícias de que os trabalhos efetuados no CS-TAQ estavam terminados a 14 de janeiro de 1991, tendo o voo de teste deste avião, com origem e destino em Ponta Delgada (duração 01:20), sido realizado no próprio dia (Ctes António Sousa Gomes e Gonçalo Leite da Silva; OP Abel Coelho). Por sua vez, o voo de ferry para Inglaterra, efetuado pela mesma tripulação, teve lugar no dia seguinte: Ponta Delgada (07:25) / Porto (11:35-12:50) / Woodford (17:00).

sata_01

O voo de teste do CS-TAP decorreu a 21 de janeiro, tendo o avião feito calços em Ponta Delgada às 17:25 e, novamente, às 18:35, após 01:10 de voo (Ctes Alfredo Polena e Carlos Campos; OP Noé Cerqueira). Uma vez mais, o voo ferry deste avião (22-1-1991) para Woodford (18:35), via Porto (12:00-12:50), teve inicio em Ponta Delgada (07:25), sendo efetuado pela mesma tripulação que realizou o respetivo voo de teste.

Entretanto, a manutenção de phase-out do CS-TAO (da série 300) havia decorrido a partir de 3 de setembro de 1989, realizando-se, nessa data, o último voo de transporte regular daquele equipamento ao serviço da SATA (enquanto proprietária do avião) na linha Horta (14:24) / Ponta Delgada (15:29): SP 455 (Cte Alfredo Polena, OP Carlos Duarte). Seguiu-se-lhe o voo de teste, com origem e destino em Ponta Delgada (17:12-18:12), a 13 de outubro, e, no dia de imediato, o voo de ferry entre Ponta Delgada (09:52) e Lisboa (14:00), ambos conduzidos pela mesma tripulação (Ctes Francisco Afonso e Filipe Mendes). Nessa altura, o avião acumulava 13.939 horas de voo.

O HS/BAe-748 demonstrou, sobejamente, ao longo de 22 anos de operação nos Açores, as qualidades e características que, ainda hoje, lhe são reconhecidas: capacidade de operar em pistas curtas, com ventos cruzados, correntes descendentes e turbulência forte, suportando, ainda, um elevado número de aterragens; e, no caso dos Açores, sem, registo de qualquer acidente/incidente digno de nota, ou necessidade de reparação que ditasse a sua imobilização por tempo excessivo.

Desde a sua introdução ao serviço da SATA, em 1969, efetuou 65 000 horas de voo e 107 000 aterragens ao serviço dos açorianos, passando aos BAe ATP, que se lhe seguiram nas operações interilhas, um testemunho de fiabilidade e qualidade operacional que seria determinante para a opção feita, entretanto, por estes últimos, para promover a sua substituição (embora tal opção fosse, também, motivada pela imposição do Governo regional em relação à resolução do contrato de aquisição do BAe 146… [que estivera à experiência nos Açores, em 1987]).»

Texto Ermelindo Peixoto – Professor Catedrático da Universidade dos Açores

Sugestões Air-Store

postais-60-anos-500x500packpostais_1000x1000px-500x500

untitled-1_pt